sicnot

Perfil

Mundo

Presidentes dos EUA e de Cuba reúnem-se pela primeira vez em meio século

Os Presidentes dos Estados Unidos e de Cuba, Barack Obama e Raúl Castro, mantiveram hoje conversações históricas no Panamá, no primeiro encontro desde a década de 1950 entre líderes de antigos adversários da Guerra Fria. 

© Jonathan Ernst / Reuters

Obama e Castro reuniram-se à margem da VII Cimeira das Américas que decorre na Cidade do Panamá, após terem emitido discursos conciliatórios perante cerca de 30 líderes regionais. 

O Presidente norte-americano tinha previamente agradecido ao seu homólogo cubano pelo seu "espírito de abertura" antes de um encontro face a face e sem precedentes desde 1956. 

"É evidentemente um encontro histórico (...). Estamos em condições de avançar em direção ao futuro", acrescentou perante os jornalistas, antes de iniciar o encontro à porta fechada com Raúl Castro. 

De acordo com a agência noticiosa Efe, Obama explicou ao seu homólogo de Cuba ter "chegado o momento" de o seu país tentar "algo de novo" nas relações com Havana porque a anterior política não funcionou. 

O encontro decorreu numa pequena sala do Centro de convenções Atlapa do Panamá, onde decorre a VII Cimeira das Américas na presença dos 35 países do continente e na qual Cuba participa pela primeira vez. 

Os dois presidentes estavam sentados lado a lado, num formato semelhante ao utilizado quando o chefe da Casa Branca recebe os seus convidados na sala oval. 

Segundo Obama, a maioria dos norte-americanos e também dos cubanos respondeu de forma positiva ao anúncio da normalização diplomática iniciada pelos dois responsáveis em dezembro. 

"Com o tempo é possível que possamos desenvolver uma nova relação entre os nossos países", sublinhou Obama. 

O histórico encontro de hoje foi precedido de uma conversa telefónica na quarta-feira entre os dois presidentes, centrada na análise do processo para o restabelecimento das relações diplomáticas bilaterais, que deverá implicar a abertura de embaixadas em Washington e Havana. 

Esta abertura foi ainda abordada na reunião de três horas na quinta-feira entre o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o chefe da diplomacia cubana, Bruno Rodríguez, até hoje o contacto de mais alto nível diplomático entre os Estados Unidos e Cuba desde 1958. 


Lusa
  • "Joguem à bola"
    1:35

    Desporto

    Cerca de uma centena de adeptos do Sporting esperaram até perto das 3:00 pela chegada da equipa ao estádio de Alvalade. Depois da eliminação da Taça de Portugal, em Chaves, foi necessário o reforço policial para garantir a segurança da comitiva leonina.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Obama encurta pena de delatora do Wikileaks
    1:45
  • Putin sai em defesa de Trump
    2:29

    Mundo

    Vladimir Putin já saiu em defesa de Donald Trump e diz que houve uma tentativa de minar o Presidente eleito dos Estados Unidos, através de um alegado relatório, atribuido à espionagem russa. Putin diz que o relatório é falso.