sicnot

Perfil

Mundo

Protestos contra Dilma saem hoje à rua em mais de 400 cidades

Grupos contrários ao Governo da Presidente brasileira Dilma Rousseff organizam hoje protestos em mais de 400 cidades em todas as regiões do país e no exterior, incluindo Portugal, agendados pelas redes sociais na Internet. 

Os três principais grupos organizadores dos atos, Vem pra Rua, Revoltados Online e Movimento Brasil Livre, pedem o "impeachment" (impugnação) de Rousseff e a investigação e punição dos envolvidos em casos de corrupção da Petrobras. 

Os manifestantes foram convocados pela Internet para protestos nos grandes centros e capitais estaduais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília e, em Portugal, estão marcados protestos defronte dos consulados em Lisboa e Porto.

Há manifestações marcadas também em cidades dos Estados Unidos, Bolívia, Inglaterra, Argentina, Espanha, Chile, Áustria, Irlanda, Austrália e Canadá. 

No passado dia 15 de março, as manifestações contra o Governo de Dilma Rousseff reuniram cerca de 2 milhões de pessoas no Brasil, metade delas em São Paulo, segundo números das polícias militares dos Estados. Os protestos reuniram diferentes pessoas sob as bandeiras do fim da corrupção e da deposição da Presidente, mas maioritariamente sem outras propostas concretas nos cartazes e palavras de ordem.

Na próxima quarta-feira, 15 de abril, será a vez de centrais sindicais e movimentos sociais realizarem um dia de paralisação geral e protestos, tanto contra um projeto de lei que aumenta a possibilidade de terceirização para todas as atividades das empresas como a favor do combate à corrupção, de reformas políticas e de combate ao que designam de agendas conservadoras, como a redução da maioridade penal. Na prática, essa iniciativa se oporá ao de hoje. 

 
Lusa
  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.