sicnot

Perfil

Mundo

Apoio de Obama a Hillary Clinton "não é automático"

O Presidente norte-americano, Barack Obama, não apoiará automaticamente a nomeação de Hillary Clinton como candidata presidencial do Partido Democrata, indicou hoje a Casa Branca, acrescentando que Obama esperará pelas primárias antes de apoiar formalmente um candidato.

© Kevin Lamarque / Reuters

Mantendo a tradição de os Presidentes em funções não intervirem publicamente na seleção do nomeado seguinte do seu partido, a Casa Branca disse que Obama vai esperar até depois das primárias democratas para dar a conhecer a sua opinião.

Inquirido sobre se Obama iria automaticamente apoiar a sua ex-secretária de Estado, o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, respondeu "Não, o Presidente ainda não deu qualquer apoio, neste momento", apesar de ter proferido no sábado um discurso bastante elogioso sobre Hillary.

Durante uma visita ao Panamá, Obama descreveu Clinton como "uma excelente candidata", "uma grande apoiante", "uma extraordinária secretária de Estado" e uma amiga.

"Acho que ela seria uma excelente Presidente", acrescentou.

Para a maioria das pessoas, tais comentários soaram como um apoio declarado.

Mas a Casa Branca e o Partido Democrata esforçar-se-ão por obter o máximo de rendimento do apoio de Obama quanto possível.

Os apoios oficiais desempenham um papel fundamental na política eleitoral norte-americana, com candidatos a desviarem-se dos respetivos caminhos para cortejar potenciais apoiantes com promessas de cargos aliciantes, se necessário.

Sem mais eleições para disputar, Obama poderá simplesmente procurar garantias de que Clinton irá salvaguardar aspetos cruciais do seu legado.

"Há outras pessoas que são amigas do Presidente que poderão, a dada altura, decidir entrar na corrida", argumentou Earnest.

Assim que "os votantes de todo o país tiverem decidido quais deverão ser os nomeados Democratas, penso que o candidato Democrata pode ficar confiante de que terá o apoio do Presidente Obama e contará com a sua presença na campanha", disse o porta-voz.






Lusa
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30, marcando o reinício da sessão para as 14:15. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.