sicnot

Perfil

Mundo

Duas embarcações com 178 imigrantes socorridas ao largo da Tunísia

 Duas embarcações com 178 imigrantes a bordo, provenientes da Líbia e com destino à ilha italiana de Lampedusa, foram hoje socorridas ao largo da Tunísia pela guarda costeira e marinha, noticiou a Agência France Presse.

© STR New / Reuters

As embarcações, que transportavam, respetivamente, 84 e 94 pessoas, sofreram avarias ao largo da costa sudeste da Tunísia e foram rebocadas para o porto tunisino de Zarzis, onde ficaram ancoradas.   

Os imigrantes são oriundos da Somália, Gana, Gâmbia, Sudão e Niger, de acordo com o médico Riyadh Belhaj do Crescente Vermelho em Zarzis, responsável pelos náufragos e que garantiu os passageiros sobreviveram todos. 

As embarcações emitiram um sinal de socorro que desencadeou a operação de socorro da marinha e da guarda costeira tunisinas, mas na qual também participaram barcos de pesca tunisinos. 

Em março, a Tunísia socorreu duas embarcações em circunstâncias semelhantes, com 169 pessoas a bordo, cidadãos de países africanos que tentavam chegar a Itália a partir da Líbia, país que se tornou plataforma de partidas para imigrantes clandestinos que pretendem entrar na Europa. 

De acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM), estas últimas chegadas elevam a 15 mil o número total de imigrantes que já desembarcou em Itália desde o início do ano, o que representa uma ligeira quebra em relação a igual período do ano anterior, de acordo com dados do ministério do Interior italiano. 

Em mais de 218 mil imigrantes que tentaram atravessar o Mediterrâneo no ano passado, pelo menos 3.500 morreram, o que torna este trajeto "a rota mais mortal do mundo", de acordo com o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados. 

Lusa
  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57