sicnot

Perfil

Mundo

Guarda italiana recolhe nove corpos e socorre 144 imigrantes ao largo da Líbia

A guarda costeira italiana recuperou hoje os corpos de nove imigrantes e socorreu 144 pessoas que viajavam para Itália a bordo de uma embarcação que se afundou a 80 milhas da costa da Líbia. 

Foram detidos 81 imigrantes clandestinos no mar do sul de Tunes.

Foram detidos 81 imigrantes clandestinos no mar do sul de Tunes.

© Antonio Parrinello / Reuters

A nacionalidade e identidade das vítimas e sobreviventes não foram divulgadas, nem o número total de pessoas que se encontrava na embarcação naufragada. 

Os sobreviventes seguiram, com a marinha militar italiana, para a Sicília, onde deverão chegar nas próximas horas. 

No domingo à noite, a guarda costeira italiana tinha anunciado ter socorrido um total de 2.782 pessoas durante o fim de semana. Mais de 1.100 pessoas foram socorridas só no domingo. Mais de mil tinham já sido socorridas na sexta-feira. 

Estes imigrantes, oriundos sobretudo da África subsaariana (Eritreia, Mali, entre outros) e do Médio Oriente, especialmente da Síria e do Iraque, procuram entrar na Europa. 

O número de imigrantes que atravessam o Mediterrâneo continua a aumentar, com a melhoria das condições meteorológicas registada nas últimas semanas. 

Em 2014, 276 mil pessoas entraram ilegalmente na UE, ou seja três vezes mais que no ano anterior. Destas, 220 mil chegaram pelo Mediterrâneo, de acordo com a agência europeia de controlo das fronteiras Frontex. 

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.