sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 23 pessoas morreram nos incêndios no sul da Sibéria

Pelo menos 23 pessoas morreram por causa dos incêndios que deflagram no domingo na República de Jakasia, no sul da Sibéria, e que resultaram de queimadas agrícolas, indicaram hoje as autoridades locais.

© Ilya Naymushin / Reuters

"Até ao momento, contabilizámos 23 mortos", disse o porta-voz do Comité de Instrução da Rússia, Vladimir Markin, anunciando ainda que as autoridades já iniciaram um processo-crime por negligência relacionada com a segurança contra os incêndios.

Segundo as autoridades de saúde locais, meio milhar de pessoas foram socorridas por terem queimaduras leves ou falta de ar e, das 77 pessoas hospitalizadas, oito têm prognóstico grave.

O Ministério do Interior russo esclareceu hoje que os incêndios, que foram extintos hoje de manhã na quase totalidade, destruíram 1.500 casas.

Os incêndios atingiram 40 localidades, tendo afetado 5.000 habitantes, incluindo um milhar de crianças, que ficaram sem casas.

Também morreram devido ao fogo ou por asfixia 4.000 cabeças de gado, na sua maioria ovelhas e vacas.

Os fortes ventos fizeram com que as chamas se propagassem mais facilmente, segundo as autoridades, fator que dificultou a ação dos bombeiros.

O ministro da Emergência da Rússia, Vladímir Puchkov, decretou no domingo um regime especial contra incêndios em todas as regiões da Sibéria.

"Temos de por em prática um controlo muito apertado que proíba as queimadas agrícolas indiscriminadas", advertiu aquele responsável.







Lusa
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Costa confiante no crescimento da economia e das exportações
    1:09

    Economia

    O primeiro-ministro manifestou confiança no crescimento da economia e das exportações. À margem da cerimónia dos 25 anos da Auto Europa em Portugal, António Costa deu vários exemplos de investimento estrangeiro, feito nas últimas semanas no país, e disse que os dados económicos recentes são positivos.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47