sicnot

Perfil

Mundo

Uma dezena de feridos em manifestações da oposição na Guiné-Conacri

Uma dezena de pessoas foram hoje feridas em Conacri em confrontos entre manifestantes e polícias, menos de duas semanas após o apelo da oposição para trazer para a rua o combate contra o Presidente Alpha Condé.

Arquivo (2013)

Arquivo (2013)

© Stringer . / Reuters

Três jovens manifestantes foram feridos a tiro pelas forças da ordem no bairro de Hamdallaye, segundo um médico da clínica Jean Paul II. 

Quatro outros manifestantes foram feridos no bairro de Simbaya, disseram à Agência France Presse (AFP) testemunhas e um polícia.

Segundo aquele agente e o Governo, dois militantes da oposição foram detidos.

Segundo o correspondente da AFP, o tiroteio continuava ao início da tarde e jovens partidários da oposição continuavam nas ruas.

A oposição da Guiné-Conacri apelou para manifestações hoje na capital contra a insegurança, cuja responsabilidade atribui ao Governo, após a agressão do seu porta-voz a 4 de abril, e contra a alteração do calendário eleitoral.

As eleições locais foram novamente adiadas, para março de 2016, depois das presidenciais, marcadas para outubro de 2015. Não se realizam eleições locais desde 2005.

O líder da oposição, o ex-primeiro-ministro Cellou Dalein Diallo, criticou hoje uma "repressão selvagem, como é habitual", enquanto o Governo, em comunicado, falava de "uma vontade real de semear a desordem e a violência".

Diallo felicitou os partidários da oposição por terem desafiado a proibição de manifestação, declarando à AFP que as marchas continuarão na terça-feira e até que sejam ouvidos pelo poder.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.