sicnot

Perfil

Mundo

Construção civil lidera acidentes de trabalho em Angola

O setor da construção civil em Angola liderou os acidentes de trabalho no país durante o primeiro trimestre de 2015, com dois casos por dia e um total de sete mortes, segundo dados divulgados pelas autoridades angolanas. 

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© SIPHIWE SIBEKO / Reuters

De acordo com informação da Inspeção Geral do Trabalho, no primeiro trimestre do ano registaram-se em Angola 503 acidentes de trabalho (participados), em vários setores, dos quais 132 foram considerados graves e sete resultaram na morte dos trabalhadores.

 

Só o setor da construção civil, no qual se verificaram todas as mortes contabilizadas por aquela inspeção, registou neste período 172 acidentes, o que representou praticamente dois casos por dia, sendo 47 graves.

 

A Inspeção Geral do Trabalho estima que os acidentes de trabalho registados entre janeiro e março provocaram mais de 6.300 dias de atividade perdidos e indemnizações na ordem dos 1,7 milhões de kwanzas (cerca de 15.000 euros).

 

Ainda no primeiro trimestre de 2015, no âmbito das 1.304 inspeções realizadas, aquela entidade detetou 6.877 infrações, envolvendo 51.077 trabalhadores em áreas como comércio, indústria, construção civil, hotelaria e turismo, entre outros.


Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".