sicnot

Perfil

Mundo

Construção civil lidera acidentes de trabalho em Angola

O setor da construção civil em Angola liderou os acidentes de trabalho no país durante o primeiro trimestre de 2015, com dois casos por dia e um total de sete mortes, segundo dados divulgados pelas autoridades angolanas. 

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© SIPHIWE SIBEKO / Reuters

De acordo com informação da Inspeção Geral do Trabalho, no primeiro trimestre do ano registaram-se em Angola 503 acidentes de trabalho (participados), em vários setores, dos quais 132 foram considerados graves e sete resultaram na morte dos trabalhadores.

 

Só o setor da construção civil, no qual se verificaram todas as mortes contabilizadas por aquela inspeção, registou neste período 172 acidentes, o que representou praticamente dois casos por dia, sendo 47 graves.

 

A Inspeção Geral do Trabalho estima que os acidentes de trabalho registados entre janeiro e março provocaram mais de 6.300 dias de atividade perdidos e indemnizações na ordem dos 1,7 milhões de kwanzas (cerca de 15.000 euros).

 

Ainda no primeiro trimestre de 2015, no âmbito das 1.304 inspeções realizadas, aquela entidade detetou 6.877 infrações, envolvendo 51.077 trabalhadores em áreas como comércio, indústria, construção civil, hotelaria e turismo, entre outros.


Lusa

  • "Vai ser uma batalha forte e dura"
    2:51
  • A tática dos 3 Rs de Carlos Queiroz
    1:58
  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.