sicnot

Perfil

Mundo

Desenvolvida no Japão barreira extensível para conter tsunamis

Investigadores japoneses desenvolveram uma barreira costeira que se eleva automaticamente pela força das ondas, capaz de suster o impacto de tsunamis sem causar alterações na paisagem.  

© KYODO Kyodo / Reuters

Uma equipa da Universidade de Nagoya, no centro do Japão, em colaboração com a Hitachi Zosen e outras entidades realizaram ensaios que provam a efetividade do sistema, que "pode começar a aplicar-se a qualquer momento", explicou hoje à Efe um porta-voz do grupo tecnológico. 

Quando colocada em cima de um dique convencional, a estrutura proporciona uma altura adicional e amortece o impacto da água sem obstruir a visão, sempre e quando permanece recolhida. 

Estas estruturas só se estendem quando o nível do mar sobe e a força da ondulação as eleva para formar uma parede que bloqueia a onda. 

As barreiras até agora construídas com este fim, como as que existem em várias áreas do litoral nipónico, demonstraram a sua eficácia para aguentar ondas de até dez metros. 

Muitos municípios do Japão decidiram construir novas barreiras marítimas após o terramoto de magnitude 9 que abalou o país a 11 de março de 2011 e que gerou um tsunami com ondas de mais de 15 metros, causando cerca de 20.000 mortos e 470.000 deslocados no nordeste japonês.

No entanto, a construção deste tipo de parede gerou alguma relutância entre a população de algumas localidades do nordeste do Japão, devido a razões como o seu impacto sobre a paisagem.

O novo modelo é apresentado como alternativa às iniciativas já existentes, embora a empresa refira que atualmente não tem nenhum projeto concreto. 


Lusa
  • "Serei o Presidente de todos os angolanos"
    2:06
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Supervisão bancária origina novo diferendo entre Carlos Costa e Governo
    0:57

    Economia

    Reacendeu-se a guerra entre o Governo e o governador do Banco de Portugal. Em conferência na sede do banco, esta segunda-feira, Carlos Costa deixou uma crítica indireta ao novo modelo de supervisão bancária. O ministro das Finanças, Mário Centeno, não gostou e exigiu a Carlos Costa que se retratasse, mas o governador recusou-se.

  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.