sicnot

Perfil

Mundo

Homem aterra com mini-helicóptero no Capitólio

Um homem foi detido ontem no coração da capital dos EUA, por ter aterrado com um mini-helicóptero perto do Capitólio. Um protesto contra a corrupção na política norte-americano que provocou um alerta de segurança nesta zona ultrassensível. 

A polícia do Capitólio, onde está o Congresso, deteve o piloto. Uma equipa de desminagem com um robô examinou o pequeno aparelho, dotado apenas de um lugar, uma hélice e um rotor. 

O sobrevoo da capital federal está sujeito a fortes restrições e todas as aeronaves têm de obter uma autorização prévia para penetrar num vasto perímetro em torno de Washington. 

Mas a agência federal da aviação civil (FAA, na sigla em inglês) reconheceu implicitamente que este aparelho escapou à sua atenção.    

Em comunicado, admitiu que o controlo aéreo não tinha contactado com o piloto e que este não estava autorizado a fazer o voo e foi  aberto um inquérito. 

Esta foi a segunda situação de alerta "aéreo" que parece apanhar de surpresa as forças da ordem em três meses na capital norte-americana. 

Em janeiro, um homem perdeu o controlo do seu aparelho não tripulado, com cerca de 60 centímetros, que se despenhou nos jardins da Casa Branca. Não provocou qualquer processo, uma vez que os investigadores concluíram que se tratou de um acidente. 

O Capitólio e a Casa Branca estão distanciados por cerca de dois quilómetros. 

Segundo o jornal do Estado da Florida, no sudeste dos EUA, Tampa Bay Times, que fez uma entrevista extensa e filmou o piloto antes da ação, este é um carteiro, natural da Florida, com 61 anos, chamado Doug Hughes, que detalhou o seu projeto para o caso de morrer durante a concretização deste. 

A intenção foi a de cometer um ato de desobediência civil e interpelar os parlamentares norte-americanos sobre a corrupção suscitada pela desregulamentação crescente do financiamento eleitoral. 

"O objetivo principal, mais do que alertar o Congresso, que está ao corrente de tudo isto, é o de chamar a atenção dos [norte-]americanos, para que reflitam sobre o que fazer", disse à cadeia televisiva CNN um homem apresentado como amigo de Hughes, Michael Shanahan.

Num sítio da internet apresentado como seu -- thedemocracyclub.org --, Hughes tinha anunciado as suas intenções. "Não tenho qualquer tentação ou intenção violenta. Um avião ultraligeiro não representa nenhuma ameaça física relevante". 

O aparelho parece ser do tipo Bensen, um ultraligeiro que não requer matricula pela FAA, pode voar com uma velocidade de 105 km/h, mas a sua autonomia de voo é de cerca de 90 minutos. 

"Foi criado expressamente para voos de lazer a baixa altitude", disse à agência noticiosa AFP o porta-voz da Associação de Aeronaves Experimentais, Dick Knapinski, sedeado no Estado do Wisconsin, no norte dos EUA.



Lusa
  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.