sicnot

Perfil

Mundo

Homem aterra com mini-helicóptero no Capitólio

Um homem foi detido ontem no coração da capital dos EUA, por ter aterrado com um mini-helicóptero perto do Capitólio. Um protesto contra a corrupção na política norte-americano que provocou um alerta de segurança nesta zona ultrassensível. 

A polícia do Capitólio, onde está o Congresso, deteve o piloto. Uma equipa de desminagem com um robô examinou o pequeno aparelho, dotado apenas de um lugar, uma hélice e um rotor. 

O sobrevoo da capital federal está sujeito a fortes restrições e todas as aeronaves têm de obter uma autorização prévia para penetrar num vasto perímetro em torno de Washington. 

Mas a agência federal da aviação civil (FAA, na sigla em inglês) reconheceu implicitamente que este aparelho escapou à sua atenção.    

Em comunicado, admitiu que o controlo aéreo não tinha contactado com o piloto e que este não estava autorizado a fazer o voo e foi  aberto um inquérito. 

Esta foi a segunda situação de alerta "aéreo" que parece apanhar de surpresa as forças da ordem em três meses na capital norte-americana. 

Em janeiro, um homem perdeu o controlo do seu aparelho não tripulado, com cerca de 60 centímetros, que se despenhou nos jardins da Casa Branca. Não provocou qualquer processo, uma vez que os investigadores concluíram que se tratou de um acidente. 

O Capitólio e a Casa Branca estão distanciados por cerca de dois quilómetros. 

Segundo o jornal do Estado da Florida, no sudeste dos EUA, Tampa Bay Times, que fez uma entrevista extensa e filmou o piloto antes da ação, este é um carteiro, natural da Florida, com 61 anos, chamado Doug Hughes, que detalhou o seu projeto para o caso de morrer durante a concretização deste. 

A intenção foi a de cometer um ato de desobediência civil e interpelar os parlamentares norte-americanos sobre a corrupção suscitada pela desregulamentação crescente do financiamento eleitoral. 

"O objetivo principal, mais do que alertar o Congresso, que está ao corrente de tudo isto, é o de chamar a atenção dos [norte-]americanos, para que reflitam sobre o que fazer", disse à cadeia televisiva CNN um homem apresentado como amigo de Hughes, Michael Shanahan.

Num sítio da internet apresentado como seu -- thedemocracyclub.org --, Hughes tinha anunciado as suas intenções. "Não tenho qualquer tentação ou intenção violenta. Um avião ultraligeiro não representa nenhuma ameaça física relevante". 

O aparelho parece ser do tipo Bensen, um ultraligeiro que não requer matricula pela FAA, pode voar com uma velocidade de 105 km/h, mas a sua autonomia de voo é de cerca de 90 minutos. 

"Foi criado expressamente para voos de lazer a baixa altitude", disse à agência noticiosa AFP o porta-voz da Associação de Aeronaves Experimentais, Dick Knapinski, sedeado no Estado do Wisconsin, no norte dos EUA.



Lusa
  • O dia em que Marcelo apitou um jogo de futebol

    País

    Habituado a ajuizar os momentos de tensão entre Governo e oposição, Marcelo Rebelo de Sousa foi esta quarta-feira árbitro, literalmente. Tudo aconteceu num jogo de futebol entre crianças, durante a visita do Presidente da República a São Tomé e Príncipe.

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Débito direto: não deixe que lhe tirem centenas de euros da conta
    7:11
  • Mais de 300 mortos em bombardeamentos de Bashar a Ghouta
    3:08

    Mundo

    Nos últimos três dias morreram mais de 300 civis, incluindo crianças, em Ghouta Oriental, na Síria. Alemanha e França exigem uma trégua imediata para que sejam retirados os civis, e António Guterres pede um cessar fogo de um mês. Alertamos para a violência de algumas imagens.

  • Imprensa espanhola considera Rúben Semedo a pior contratação de sempre do Villarreal
    3:35

    Desporto

    Rúben Semedo vai esta quinta-feira ser ouvido por um juiz de instrução, que vai ditar as medidas de coação no caso em que o jogador é suspeito de roubo, agressões e posse ilegal de arma. O defesa português do Villarreal passa mais uma noite nas instalações da Guardia Civil, em Valência. Alguns media espanhóis chamam-lhe agora a pior contratação de sempre da história do clube.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Novos protestos na Florida contra a lei das armas
    2:12
  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.