sicnot

Perfil

Mundo

Putin admite que impor o modelo soviético à Europa de Leste "não foi bom"

O Presidente russo, Vladimir Putin, admitiu hoje que a imposição "pela força" do modelo soviético na Europa de leste após a II Guerra Mundial "não foi nada bom".

© Maxim Shemetov / Reuters

"Depois da II Guerra Mundial tentámos impor o nosso próprio modelo aos países da Europa de leste e fizemo-lo pela força", disse o Presidente russo, na entrevista televisiva anual em que responde a questões de cidadãos russos.

"É preciso reconhecê-lo. Não foi nada bom", acrescentou.

As declarações do Presidente russo foram feitas a poucas semanas do 70.º aniversário da vitória da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) sobre a Alemanha nazi, efeméride que Moscovo vai comemorar a 09 de maio, em cerimónias a que vários dirigentes ocidentais vão faltar devido ao conflito na Ucrânia.

"A escolha (de participar nas cerimónias) é de cada dirigente político. Alguns não querem vir, admito, e outros não têm autorização" dos Estados Unidos, "apesar de muitos deles quererem vir", disse Putin.

O Presidente russo, que no passado considerou bom o pacto germano-soviético de 1939 e classificou o fim da URSS como "a maior tragédia geopolítica do século XX", criticou no entanto hoje a atitude da União Soviética de Estaline após a II Grande Guerra e acusou os Estados Unidos de tentarem fazer o mesmo atualmente.

"Ainda temos ecos" da política soviética do pós-guerra, disse, acrescentando que "os americanos comportam-se aliás mais ou menos da mesma maneira, tentando impor o seu modelo por todo o mundo, e também vão fracassar".



Lusa
  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.