sicnot

Perfil

Mundo

Putin admite que impor o modelo soviético à Europa de Leste "não foi bom"

O Presidente russo, Vladimir Putin, admitiu hoje que a imposição "pela força" do modelo soviético na Europa de leste após a II Guerra Mundial "não foi nada bom".

© Maxim Shemetov / Reuters

"Depois da II Guerra Mundial tentámos impor o nosso próprio modelo aos países da Europa de leste e fizemo-lo pela força", disse o Presidente russo, na entrevista televisiva anual em que responde a questões de cidadãos russos.

"É preciso reconhecê-lo. Não foi nada bom", acrescentou.

As declarações do Presidente russo foram feitas a poucas semanas do 70.º aniversário da vitória da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) sobre a Alemanha nazi, efeméride que Moscovo vai comemorar a 09 de maio, em cerimónias a que vários dirigentes ocidentais vão faltar devido ao conflito na Ucrânia.

"A escolha (de participar nas cerimónias) é de cada dirigente político. Alguns não querem vir, admito, e outros não têm autorização" dos Estados Unidos, "apesar de muitos deles quererem vir", disse Putin.

O Presidente russo, que no passado considerou bom o pacto germano-soviético de 1939 e classificou o fim da URSS como "a maior tragédia geopolítica do século XX", criticou no entanto hoje a atitude da União Soviética de Estaline após a II Grande Guerra e acusou os Estados Unidos de tentarem fazer o mesmo atualmente.

"Ainda temos ecos" da política soviética do pós-guerra, disse, acrescentando que "os americanos comportam-se aliás mais ou menos da mesma maneira, tentando impor o seu modelo por todo o mundo, e também vão fracassar".



Lusa
  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • Erdogan vence eleições na Turquia que marcam a passagem para um regime presidencialista

    Mundo

    O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, obteve nas eleições de domingo mais que os 50% de votos necessários para ser eleito à primeira volta para um novo mandato presidencial com poderes reforçados, anunciaram hoje as autoridades eleitorais. Estas eleições são particularmente importantes porque representam a passagem do sistema parlamentar até agora em vigor para um regime presidencialista, que permitirá a Erdogan aumentar consideravelmente as suas prerrogativas.

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02