sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco quer ir a Cuba

A decisão ainda não está tomada mas, segundo o Vaticano, há a possibilidade de ser acrescentada uma escala à visita aos Estados Unidos, prevista para setembro.

Papa no Vaticano.

Papa no Vaticano.

© Giampiero Sposito / Reuters

O Papa Francisco terá tido um papel decisivo para o acordo que restabeleceu as relações diplomáticas entre Havana e Washington, depois de mais de meio século de costas voltadas. 

Terá sido o Vaticano a mediar a última fase das negociações secretas que culminaram num acordo anunciado no dia de anos do Papa Francisco, que agora quererá dar mais um sinal de força às reaproximação entre os dois países.

A confirmar-se esta paragem em Cuba, Francisco será o terceiro Papa a visitar a ilha. Nos Estados Unidos está previsto um encontro como o Presidente Barack Obama na Casa Branca, uma visita ao Congresso e à sede das Nações Unidas em Nova Iorque.
  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.