sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco quer ir a Cuba

A decisão ainda não está tomada mas, segundo o Vaticano, há a possibilidade de ser acrescentada uma escala à visita aos Estados Unidos, prevista para setembro.

Papa no Vaticano.

Papa no Vaticano.

© Giampiero Sposito / Reuters

O Papa Francisco terá tido um papel decisivo para o acordo que restabeleceu as relações diplomáticas entre Havana e Washington, depois de mais de meio século de costas voltadas. 

Terá sido o Vaticano a mediar a última fase das negociações secretas que culminaram num acordo anunciado no dia de anos do Papa Francisco, que agora quererá dar mais um sinal de força às reaproximação entre os dois países.

A confirmar-se esta paragem em Cuba, Francisco será o terceiro Papa a visitar a ilha. Nos Estados Unidos está previsto um encontro como o Presidente Barack Obama na Casa Branca, uma visita ao Congresso e à sede das Nações Unidas em Nova Iorque.
  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.