sicnot

Perfil

Mundo

Doença "misteriosa" mata 18 pessoas no sudoeste da Nigéria

Uma "doença misteriosa" matou 18 pessoas, que sucumbiram repentinamente, entre 23 casos de infeção registados no sudoeste da Nigéria, na cidade de Ode-Irele, disseram este sábado responsáveis sanitários nigerianos citados pela agência noticiosa francesa AFP.

Oficiais de saúde do Estado de Ondo indicaram que foram registadas 23 infeções e 18 mortes por uma "doença misteriosa" que surgiu no "início da semana, na cidade de Ode-Irele". (Arquivo)

Oficiais de saúde do Estado de Ondo indicaram que foram registadas 23 infeções e 18 mortes por uma "doença misteriosa" que surgiu no "início da semana, na cidade de Ode-Irele". (Arquivo)

© Afolabi Sotunde / Reuters

Oficiais de saúde do Estado de Ondo indicaram que foram registadas 23 infeções e 18 mortes por uma "doença misteriosa" que surgiu no "início da semana, na cidade de Ode-Irele". 

Os sintomas desta doença foram confirmados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e são dor de cabeça, perda de consciência e de peso, distúrbios de visão, seguidos de morte em 24 horas.

Os testes realizados até agora não indicaram se se trata de uma doença viral, nem especificamente do vírus Ébola, disse o porta-voz do Estado nigeriano de Ondo, Kayode Akinmade.

O mesmo responsável disse que especialistas da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde nigeriano, tal como outros parceiros, encontram-se já em Ode-Irele para investigar a infeção desconhecida. 

O Hospital Universitário de Lagos está já a analisar amostras de fluidos corporais das pessoas infetadas, segundo um porta-voz da OMS.
Lusa
  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Incêndio urbano em Coimbra deixa cinco pessoas desalojadas

    País

    Um incêndio numa habitação na cidade de Coimbra deixou este domingo cinco pessoas desalojadas, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra adiantou que o fogo destruiu uma parte substancial de um edifício de três andares em frente à sede da Associação Académica de Coimbra, na rua Padre António Vieira.