sicnot

Perfil

Mundo

Habitantes de Bagdade tentam regressar à normalidade após sequência de ataques

A capital do Iraque, Bagdade, tenta regressar à normalidade, depois da série de explosões simultâneas que esta sexta-feira mataram pelo menos 40 pessoas.

Num dos principais barros xiitas de Bagdade, um carro armadilhado matou 15 pessoas, a maioria jovens. Mais de 20 estão feridas com gravidade.

Num dos principais barros xiitas de Bagdade, um carro armadilhado matou 15 pessoas, a maioria jovens. Mais de 20 estão feridas com gravidade.

© STRINGER Iraq / Reuters

Num dos principais barros xiitas de Bagdade, um carro armadilhado matou 15 pessoas, a maioria jovens. Mais de 20 estão feridas com gravidade. 

Vários prédios ficaram danificados e mais de uma dezena de carros ficou destruída. 

Os habitantes tentavam esta manhã limpar os destroços provocados pela explosão, e exigiam explicações pelo ataque a um bairro residencial. Ninguém reclamou, para já, os ataques levados a cabo contra vários edifícios, a maioria públicos, nos principais bairros da cidade.
  • "É preciso despartidarizar o sistema de Proteção Civil", diz Duarte Caldeira
    2:47
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • Arcebispo de Braga pede responsabilidades pelos incêndios
    1:40

    País

    Braga também sofreu um dos mais violentos incêndios dos últimos anos. O fogo descontrolado atravessou várias freguesias e destruiu duas empresas. A igreja, pela voz do arcebispo de Braga, pede ação e o apuramento de responsabilidades, face a esta calamidade.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06