sicnot

Perfil

Mundo

Levantado alerta de tsunami no Japão emitido após forte sismo

As autoridades do Japão levantaram o alerta de tsunami emitido hoje após a ocorrência de um forte sismo no extremo sul do país.

© Issei Kato / Reuters

Não foi registado qualquer tsunami na sequência do terramoto registado perto de Yonaguni, ilhote remoto que faz parte do arquipélago de Okinawa, localizado perto de Taiwan, informou a Agência Meteorológica do Japão, levantando o alerta aproximadamente uma hora depois de o ter emitido.

O alerta de tsunami foi lançado perante o risco de ocorrência de ondas de até um metro de altura, devido ao abalo, registado às 10:43 locais (01:43 em Lisboa), com uma magnitude de 6,6 na escala de Richter, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a atividade sísmica em todo o mundo.

O Centro de Alertas de Tsunami do Pacífico já tinha informado em comunicado que, com base nos dados disponíveis, o sismo em causa não representava uma ameaça.

O Japão situa-se no chamado "Anel de Fogo", uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo, pelo que é palco de terramotos com relativa frequência.

Anualmente, por se encontrar na junção de quatro placas tectónicas, é atingindo por um quinto dos sismos mais violentos registados no planeta.


Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.