sicnot

Perfil

Mundo

Indiana deixada pelo marido condenada a viver com vizinho

O conselho de uma aldeia no norte da Índia ordenou a uma residente, cujo marido fugira com a esposa de um vizinho, que passe a viver com o morador abandonado ou que lhe pague uma compensação.

© Anindito Mukherjee / Reuters

A polícia está a investigar o pedido de ajuda que Rajendra Meghwal fez ao conselho da aldeia, situada no Estado de Rajasthan (norte da índia), depois da fuga da sua esposa, acompanhada das duas crianças de ambos, com o vizinho Kalulal Meghwal.

Mamta, a mulher de Kalulal, disse à polícia que o conselho da aldeia a obrigou a escolher entre pagar uma compensação de cerca de 4.500 euros a Rajendra Meghwal por o seu marido ter fugido com a mulher deste ou a ir viver com o homem "abandonado".

"A mulher não esteve presente na reunião do conselho, mas veio queixar-se a nós de que fora solicitada para escolher entre pagar dinheiro ou viver com Rajendra Meghwal", disse o polícia Sanjay Kumar à Agência  France Press

Na decisão do conselho da aldeia não ficou claro se ao viver com Rajendra desempenhará o papel de esposa ou de empregada doméstica.

Os conselhos de aldeia, conhecidos como panchayats, consistem em grupos de cidadãos não eleitos que são encarados como árbitros sociais e morais da respetiva aldeia.

Embora não tenham cobertura legal, os panchayats são muito influentes e têm sido acusados de aplicar sanções a "crimes de honra" praticados por mulheres cujas ações são vistas como vergonhosas para as suas famílias.

Apelidados de "tribunais de canguru" pelos críticos, os conselhos de aldeia são conhecidos pelos espancamentos em público e por outras medidas de coação que aplicam àqueles que consideram criminosos.

Com Lusa

  • "O PSD é o centro das atenções da campanha e fico contente com isso"
    1:03
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33
  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00