sicnot

Perfil

Mundo

Detido suspeito de planear "atentados iminentes" contra igrejas em França

O  ministro do Interior francês revelou hoje que foi detido, no domingo, nos arredores de Paris, um homem que tinha "planos iminentes" para perpetrar um atentado contra uma ou duas igrejas e armamento para o levar a cabo.

© Stephane Mahe / Reuters

O suspeito, um estudante de informática de 24 anos, "projetava a execução iminente de um atentado contra uma ou duas igrejas" e, aparentemente, tinha a intenção de viajar em seguida para a Síria, disse Bernard Cazeneuve. 

Na sua casa e no seu veículo foi encontrado um "arsenal" composto por armas de guerra, pistolas, munições, material informático e de comunicações.

Segundo Bernard Cazeneuve, também é suspeito de ter estado envolvido na morte de uma jovem de 32 anos, encontrada sem vida no interior de uma viatura, no domingo passado, em Villejuif, perto da capital.
  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.