sicnot

Perfil

Mundo

Foguetão experimental russo despenha-se após descolagem

Um foguetão experimental russo despenhou-se esta quarta-feira logo após a descolagem numa zona desabitada do norte da Rússia, referiu à Agência France Press um responsável das autoridades locais. 

Arquivo

Arquivo

Dmitry Lovetsky

"Os militares confirmaram que um foguetão se despenhou", referiu, antes de acrescentar que não se registaram vítimas nem danos materiais. 

O foguetão despenhou-se na região de Arkhanguelsk, cerca de 900 quilómetros a norte de Moscovo, onde se situa designadamente o cosmódromo russo de Plessetsk, ainda segundo a mesma fonte. 

"O acidente não representa qualquer ameaça para os habitantes (da região) nem para o ambiente. O foguetão não continha substâncias ou materiais perigosos", declarou à agência noticiosa russa Interfax um porta-voz do Centro nacional de gestão de crises.  

O setor espacial russo tem registado nos últimos anos uma série de reveses, em particular o falhanço em colocar em órbita satélites de comunicação ou a perda de uma sonda enviada em direção a um satélite de Marte. 

No verão de 2013, um foguetão Proton que transportava três satélites Glonass, o futuro sistema de navegação por satélite russo, também explodiu na descolagem. 

A Rússia conseguiu, no entanto, lançar no final de dezembro o foguetão de nova geração Angara, o primeiro a ser utilizado desde a dissolução da URSS em 1991 e que deverão substituir os Proton. 

Numa tentativa de ultrapassar as atuais dificuldades, a Rússia anunciou no final de janeiro uma nova estratégica para o seu setor espacial através da fusão de diversas estruturas, sob a direção da agência Roskosmos.

Lusa
  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.