sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 100 deputados japoneses visitam controverso santuário Yasukuni

Mais de 100 deputados japoneses deslocaram-se hoje ao controverso santuário Yasukuni, em Tóquio, local que a China e a Coreia do Sul condenam por prestar homenagem aos mortos da Segunda Guerra Mundial e outros conflitos bélicos.

© Reuters Staff / Reuters

O grupo, composto por deputados de todo o espectro partidário, visitou o santuário de Yasukuni por ocasião do festival da primavera.

O santuário, de 145 anos, presta tributo a cerca de 2,5 milhões de cidadãos que morreram na Segunda Guerra Mundial e noutros conflitos bélicos. Porém, é altamente controverso porque entre os homenageados figuram criminosos de guerra, tal como o general Hideki Tojo, que autorizou o ataque contra Pearl Harbor.

Os vizinhos do Japão também interpretam a 'peregrinação' de políticos e dignitários japoneses ao santuário como um insulto e uma dolorosa lembrança da agressão de Tóquio na primeira metade do século XX.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, não visitou o santuário - a última vez que o fez foi em dezembro de 2013 -, mas enviou, esta terça-feira, como tem sido tradição, uma pequena árvore como oferenda simbólica, desencadeando críticas por parte da Coreia do Sul e da China.

"Não podemos deixar de expressar a nossa profunda deceção relativamente à visita de deputados japoneses ao santuário de Yasukuni, o qual glorifica a agressão colonialista do Japão", apontou o Ministério dos Negócios Estrangeiros sul-coreano, em comunicado, realçando que "o facto de figuras japonesas proemientes continuarem a enviar oferendas ou a visitarem o santuário, símbolo do passado de agressão colonialista, 70 anos depois do fim da guerra, ilustra como o Japão continua a ser incapaz de enfrentar, de forma adequada, a sua História".


Lusa
  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.