sicnot

Perfil

Mundo

Passageiros abandonam avião da Air Macau por falta de segurança

Os 175 passageiros de um voo da Air Macau, entre Banguecoque e Macau, abandonaram o avião, depois de a aeronave ter voltado para trás uma hora após ter iniciado o percurso, considerando a viagem insegura.

© Athit Perawongmetha / Reuters

O incidente aconteceu na terça-feira, sendo hoje noticiado pela emissora pública da Tailândia, Thai PBS, que cita relatos dos passageiros do NX885, com a transportadora a apontar, em declarações à agência Lusa, "motivos técnicos". 

Segundo a emissora tailandesa, o avião partiu de Banguecoque, com destino a Macau, mas ao fim de uma hora regressou ao aeroporto de Suvarnabhumi. Os passageiros dizem ter ficado dentro da aeronave durante duas horas e descrevem diferentes justificações apresentadas pelas hospedeiras, entre más condições atmosféricas e a necessidade de reabastecer o avião.

Ao fim destas duas horas, foi emitido um aviso de que o avião ia voltar a descolar, o que causou um "breve caos a bordo", descreve a Thai PBS.

Os 175 passageiros recusaram-se a voar, dizendo terem sentido insegurança durante a primeira hora de voo.

De acordo com a Thai PBS, vários passageiros descreveram que o avião voou a baixa altitude durante quase uma hora, "mesmo acima dos telhados". Um passageiro assegurou também que ouviu um constante ruído do motor e que o avião abanou frequentemente.

A emissora cita um responsável da Air Macau Bangkok a admitir uma falha no motor, que implicou a substituição de uma peça.

À Lusa, a Air Macau disse apenas que o voo regressou a Banguecoque devido a "motivos técnicos" e que o avião foi hoje reparado.


Lusa

  • Número de mortos nos incêndios sobe para 43

    País

    Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 43 mortos, disse esta quinta-feira à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar. Trata-se de um homem que foi encontrado esta quinta-feira.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos da Liga Europa
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC