sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 19 número de mortos em inundação em mina na China

As autoridades chinesas confirmaram hoje a morte de 19 pessoas na sequência de uma inundação numa mina de carvão no norte do país, informou a agência Xinhua.

© China Stringer Network / Reut

As equipas de salvamento, que retiraram 19 corpos da mina de Jiangjiawan, na província de Shanxi, tentavam hoje resgatar dois mineiros que continuam encurralados no seu interior, indicou o porta-voz da Administração Estatal de Segurança no Trabalho, Huang Yi, em conferência de imprensa.

Do universo de 247 pessoas que se encontravam no interior da mina aquando do acidente -- ocorrido na tarde de domingo -- 223 conseguiram sair em segurança, enquanto 24 ficaram encurraladas.

Até à tarde de terça-feira, tinham sido bombeados cerca de 6.100 metros cúbicos de água do interior da mina de carvão, propriedade da Datong Coal Mine Group, com uma capacidade de produção de 900.000 toneladas por ano.

Os acidentes em minas são comuns na China, o maior consumidor mundial de carvão.

Segundo a agência oficial chinesa, o número de mortes causadas por acidentes em minas de carvão caiu 86,7% para 931 no ano passado comparativamente a 2002 (7.000), o ano mais fatal.


Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.