sicnot

Perfil

Mundo

Turquia interdita espaço aéreo a líder sérvio bósnio que viajava para a Arménia

O avião do presidente da entidade sérvia da Bósnia, Milorad Dodik, que se dirigia à Arménia para as celebrações do centenário do genocídio, foi hoje impedido de sobrevoar território da Turquia. 

© Ranko Cukovic / Reuters

Segundo a página digital do diário bósnio Nezavisne Novine, o avião de Dodik aguardou pela autorização turca durante várias horas no aeroporto de Burgas, na Bulgária, mas acabou por regressar a Banja Luka, noroeste da Bósnia-Herzegovina. 

O mesmo diário assegura que o avião tinha recebido previamente as autorizações necessárias, mas as autoridades turcas acabaram por não autorizar que o voo sobrevoasse o seu território. 

Dodik viajava em direção a Erevan a convite do Presidente arménio, Serge Sargasián, para assistir às cerimónias que assinalam o genocídio de cerca de 1,5 milhões de arménios na fase final do Império otomano e durante a I Guerra Mundial.  

Ancara reconhece a morte de milhares de arménios, mas rejeita ter-se tratado de um ato organizado e planificado destinado ao extermínio desta comunidade cristã.  

A Bósnia-Herzegovina está dividida em duas entidades, a Federação croato-muçulmana e a Republica Srpska (RS), liderada por Dodik. 

Lusa
  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29
  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.