sicnot

Perfil

Mundo

Antigo chefe da CIA condenado por divulgar informações confidenciais à amante

O antigo chefe da CIA, David Petraeus, foi condenado por ter divulgado informações confidenciais à amante. O ex-general das Forças Armadas norte-americanas foi, assim, condenado a dois anos de liberdade condicional e a pagar uma multa de 100 mil dólares.

© CHRIS KEANE / Reuters

Petraeus declarou-se culpado perante um tribunal federal, em março deste ano, pela partilha de informação enquanto liderava a agência de espionagem norte-americana. 

No acordo que assinou, Petraeus reconhece ter revelado conversas com o Presidente Barack Obama e admitiu ter mentido num interrogatório feito por agentes do FBI. As informações foram reveladas à amante que era também biógrafa do norte-americano, Paula Broadwell.
  • Parlamento Europeu reabre investigação aos voos da CIA

    Mundo

    O Parlamento Europeu vai reabrir a investigação aos voos da CIA na Europa. A decisão foi tomada hoje, pela maioria dos eurodeputados, pouco mais de um mês depois de ser divulgado o relatório do senado norte-americano que levanta novas suspeitas ao programa de detenções secretas. Estados-membros da União Europeia terão sido cúmplices da secreta norte-americana, nalguns casos com recurso à corrupção. 

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC