sicnot

Perfil

Mundo

Drone na residência do PM do Japão pode ter césio de Fukushima

As autoridades japonesas estão a investigar a possibilidade de o césio radioativo detetado num ''drone'' que aterrou no telhado da residência do primeiro-ministro japonês proceder da central nuclear de Fukushima, revelaram hoje fontes da investigação.

© KYODO Kyodo / Reuters

Já que os isótopos detetados no pequeno avião (césio-134 e césio-137) não existem por si só na natureza e são produto da fissão nuclear, as autoridades acreditam ser muito possível que proceda das emissões que resultaram do acidente em Fukushima, indicaram fontes da Polícia Metropolitana de Tóquio, à agência Kyodo.

O 'drone', com cerca de 50 centímetros, foi encontrado, esta quarta-feira, junto do heliporto que se encontra no telhado da residência do primeiro-ministro nipónico, Shinzo Abe, em Tóquio.

Abe encontra-se, por estes dias, na Indonésia a participar da Conferência Ásia-África, que se realiza na capital, Jacarta.

O aparelho estava equipado com uma câmara e transportava um recipiente com um líquido no qual foram detetadas emissões radioativas que, ao serem de baixa intensidade, não representa perigo para a saúde.

O aparelho também tem colado um adesivo com o símbolo de advertência de contaminação radioativa (conhecido popularmente como 'trevo radioativo").

Aparentemente, o aparelho foi descoberto por um membro do pessoal de segurança do Kantei.

Segundo a Polícia Metropolitana, a última vez que o pessoal de segurança fez uma revista ao telhado foi a 22 de março, pelo que o aparelho poderá lá estar desde essa data.


Lusa


  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.