sicnot

Perfil

Mundo

Julgamento de acidente com autocarro de adeptos polacos em Lisboa tem hoje alegações finais

As alegações finais do julgamento do motorista do autocarro com adeptos de futebol do Legia de Varsóvia que, em 2012, embateu numa viatura ligeira, de que resultou a morte do condutor do automóvel, estão marcadas para hoje em Lisboa.

© Chip East / Reuters

Os factos ocorreram cerca das 00:10 de 24 de fevereiro de 2012, quando o autocarro que transportava adeptos do clube polaco Legia de Varsóvia, após um jogo com o Sporting para a Liga Europa, chocou frontalmente num automóvel, na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa.

O motorista do autocarro, hoje com 48 anos e único arguido no processo, está acusado pelo Ministério Público (MP)de um crime de homicídio por negligência e de duas contraordenações, uma muito grave.

O MP proferiu despacho de arquivamento quanto ao antigo comandante metropolitano de Lisboa da PSP e dois agentes policiais, responsáveis pela escolta policial desde o Estádio Alvalade XXI até ao Aeroporto de Lisboa, e deduziu acusação contra o motorista.

"O acidente ficou a dever-se exclusivamente à condução do arguido, que, porque pretendia juntar-se aos outros veículos da coluna que já tinham passado o cruzamento, não respeitou a sinalização semafórica que se encontrava de cor vermelha (...), porque imprimia uma velocidade superior ao permitido por lei e sem antes se ter certificado, como lhe era possível e exigível, que não colocava em perigo os outros utentes da via e causar um acidente, como veio a acontecer", diz a acusação do MP, a que a agência Lusa teve acesso.

Para o MP, o motorista conduzia o autocarro "sem a atenção e o cuidado necessários a uma circulação prudente", tendo desrespeitado o sinal vermelho e seguido a uma velocidade não inferior a 55 quilómetros/hora.

O início das alegações finais está agendado para as 15:00 na Instância Criminal Local, Juiz 1, no campus da Justiça.


Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.

  • Incêndio na Amadora deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação na Buraca, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa