sicnot

Perfil

Mundo

Nova erupção vulcânica na Costa Rica obriga a encerramento do aeroporto internacional

O vulcão Turrialba entrou novamente em erupção, esta quinta-feira, expelindo uma coluna de cinzas que levou ao encerramento do aeroporto internacional de San Jose, anunciaram as autoridades.

© STRINGER Costa Rica / Reuters

O encerramento do aeroporto Juan Santamaria, situado a 80 quilómetros do vulcão, provocou a suspensão de todos os voos como medida de prevenção.

"A pista encontra-se coberta de cinzas. Nós tomaremos as medidas necessárias para fazer com que o aeroporto volte a estar operacional o mais rapidamente possível", disse Silvia Chaves, porta-voz da sociedade Aeris, que gere o terminal.

Pelo menos até à meia-noite (07:00 em Lisboa) permanecerá, contudo, encerrado.

Em meados de março, o aeroporto tinha já sido fechado, durante dois dias, devido à emissão de cinzas pelo Turrialba que atingiu a capital.

Cento e onze voos foram anulados, afetando 7.000 passageiros.

Em outubro passado as erupções de cinzas e de magma do Turrialba foram os primeiros sinais de atividade do vulcão de 3.340 metros de altitude, depois dos anos 90, quando "acordou" após de um repouso de 130 anos.



DM (FP) // JCS



Lusa/fim
  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.