sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 115 crianças mortas no Iémen no último mês

Pelo menos 115 crianças foram mortas no Iémen desde o início da ofensiva aérea lançada a 26 de março pela Arábia Saudita contra as milícias xiitas dos "huthis", anunciou hoje a agência da ONU para a infância.

© Mohamed Al-Sayaghi / Reuters

"Pelo menos 115 foram mortas e 172 sofreram mutilações" desde 26 de março, segundo um balanço fechado a 20 de abril, disse um porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Christophe Boulierac, numa conferência de imprensa em Genebra.

Do total de crianças mortas registadas, mais de metade (64) foram vítimas de bombardeamentos aéreos e quase um quarto (26) de munições que não explodiram ou de minas, precisou.

A maioria, 71, foi morta no norte do Iémen, quase o dobro das 44 mortas no sul. 

O porta-voz advertiu que o balanço real de vítimas entre as crianças é certamente mais elevado.

A UNICEF apurou, por outro lado, que pelo menos 140 crianças foram recrutadas pelos grupos armados.

A 09 de abril, o representante da UNICEF no Iémen, Julien Harneis, afirmou que um terço dos combatentes dos grupos armados era menor de 18 anos.

Segundo números da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 1.000 pessoas foram mortas no Iémen desde 19 de março. Segundo as estatísticas do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, pelo menos 551 civis foram mortos desde 26 de março.

A Arábia Saudita lidera uma coligação militar de dez países que a 26 de março lançou uma ofensiva aérea contra as milícias xiitas 'huthis' do Iémen e em apoio das forças leais ao Presidente iemenita, Abd Rabbo Mansur Hadi.



Lusa


  • Madrid suspende governo regional da Catalunha

    Mundo

    O chefe do Governo espanhol anunciou hoje que decidiu acionar o artigo 155º da Constituição espanhola e pedir ao Senado a suspensão das funções do governo regional da Catalunha. Em conferência de imprensa justificou a adoção das medidas dada a "desobediência rebelde, sistemática e consciente" do Governo regional (Generalitat).

    Em atualização

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.