sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 20 "jihadistas" mortos nos arredores de Kobani

Pelo menos 20 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico morreram em combates nos últimos dias nos arredores da localidade curda síria de Kobani, junto à fronteira com a Turquia, informou hoje o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

© Umit Bektas / Reuters

Os extremistas envolveram-se com as forças curdas das Unidades de Proteção do Povo e outros grupos rebeldes sírios aliados, notícia a agência EFE.

O grupo Estado Islâmico infiltrou-se numa zona situada a oeste de Kobani, recorrendo a lanchas para atravessar o rio Eufrates e dando origem aos confrontos.

Durante os combates, que se desenrolaram em três aldeias próximas da povoação de Shuyuj Tahtani, perderam também a vida cinco milicianos curdos.

De acordo com a EFE, a aviação da coligação internacional lançou vários bombardeamentos contra os botes dos 'jihadistas' e contra grupos de radicais que se encontravam junto à margem do rio.

As Unidades de Proteção do Povo expulsaram a 06 de março passado o grupo Estado Islâmico dos arredores de Kobani, após travarem a sua tentativa de avanço sobre a cidade.

A cidade de Kobani foi, entre 16 de setembro de 2014 e 26 de janeiro passado, o alvo de uma ofensiva do grupo Estado Islâmico durante a qual morreram mais de 2.000 pessoas, na sua maioria 'jihadistas', segundo o Observatório.



Lusa