sicnot

Perfil

Mundo

Doze presos marroquinos cosem boca e olhos em protesto contra maus tratos

Doze presos marroquinos coseram a boca e os olhos em protesto contra o modo como são tratados pelos guardas da prisão de Juribga, a 200 quilómetros a sul de Rabat, informou hoje o diário local Al Masae. 

reuters

Segundo o jornal, os presos acusam os guardas de fazerem uma "interpretação abusiva" de uma nota administrativa sobre a restauração da autoridade do pessoal carcerário, o que levou a uma "legalização dos maus tratos" contra os prisioneiros.

Com o protesto, os 12 dizem ainda solidarizar-se com um outro preso de 60 anos e com diabetes que, alegam, foi maltratado e espancado por guardas da prisão.

O Al Masae indica que a família do preso de 60 anos apresentou uma queixa por maus tratos, adiantando que a polícia vai abrir hoje um inquérito ao caso, que será alargado a outros casos de presumíveis maus tratos por parte dos guardas.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.