sicnot

Perfil

Mundo

Um morto e 90 feridos em choque de comboios na África do Sul, não há registo de portugueses

Um maquinista morreu hoje e pelo menos 90 pessoas ficaram feridas quando dois comboios suburbanos chocaram em Joanesburgo, disseram responsáveis sul-africanos.  O secretário de Estado das Comunidades disse não ter informações de portugueses envolvidos no acidente.

Os comboios eram provenientes da capital sul-africana, Pretoria (Reuters/ Arquivo)

Os comboios eram provenientes da capital sul-africana, Pretoria (Reuters/ Arquivo)

© Rogan Ward / Reuters

"Até ao momento, não tenho informações de portugueses envolvidos" no acidente de comboio em Joanesburgo, disse José Cesário à agência Lusa.

"Os paramédicos, juntamente com vários serviços, chegaram ao local do acidente onde os comboios bloqueavam totalmente a via férrea", disse Russel Meiring, porta-voz do grupo paramédico ER24. 

"Metal retorcido e bocados das carruagens estavam espalhados por todo o local", acrescentou. 

A agência 'online' News24 disse que o maquinista morreu quando o seu comboio embateu numa composição parada. 

As equipas de socorro conseguiram libertar uma mulher presa nos destroços e levada de helicóptero para o hospital. 

"Temos 90 feridos", disse a porta-voz do Metrorail Lillian Mofokeng à agência noticiosa francesa AFP. 

Os comboios eram provenientes da capital sul-africana, Pretoria, e chocaram numa estação em Denver, um subúrbio a leste de Joanesburgo. 


Lusa
  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.