sicnot

Perfil

Mundo

Estado de alerta no sul do Peru devido a reativar de vulcão

Dois distritos do sul do Peru foram colocados em estado de alerta, dado o risco de explosões e emissões de gás do vulcão Ubinas, cujo reativação, no início de abril, poderá provocar a retirada de cinco mil pessoas. 

© Mariana Bazo / Reuters

"A declaração do estado de emergência nos distritos de Ubinas e Matalaque vai ser transmitida à presidência do conselho de ministros, para que lance as ações necessárias para ajudar a população perante uma eventual retirada", disse o governador regional de Moquegua, Jaime Rodriguez, à imprensa. 

Estas precauções foram tomadas depois de no Chile vizinho cerca de seis mil pessoas terem sido retiradas de suas casas, em consequência do reativar brutal do vulcão Calbuco, adormecido desde há 54 anos.

Pelo último recenseamento, de 2007, o distrito de Ubinas tem 3.725 habitantes e o de Matalaque 1.033.

O vulcão Ubinas, o mais ativo do Peru, reativou no início de abril, ao fim de quatro meses de acalmia, com várias explosões a libertarem gases tóxicos e provocarem uma chuva de cinzas. 

Situado a 1.250 quilómetros a sul de Lima, o vulcão culmina a uma altitude de 5.672 metros. 



Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão