sicnot

Perfil

Mundo

Juncker diz que resposta europeia ao naufrágio no Mediterrâneo foi "insuficiente"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou hoje, perante o Parlamento Europeu, em Estrasburgo, que a resposta do Conselho Europeu à tragédia humana que se vive no Mediterrâneo "foi imediata mas insuficiente".

REUTERS

Num debate no hemiciclo sobre as conclusões da cimeira extraordinária de chefes de Estado e de Governo da União Europeia celebrada na passada quinta-feira, em Bruxelas, após o naufrágio de 19 de abril que provocou cerca de 800 mortos, o presidente do executivo comunitário considerou que as conclusões adotadas foram "inferiores ao nível de ambição" que a situação exige.

Felicitando-se por a sua proposta de triplicar o orçamento da "operação Triton" (para 120 milhões de euros) ter sido aprovada, "após algumas hesitações iniciais", compensando assim o abandono da operação "Mare Nostrum" -- "o que foi um erro que custou vidas", assinalou -, Juncker lamentou que os líderes europeus não tenham ido mais longe.

"Não basta combater os sintomas da crise. É essencial fazer tudo para evitar que pessoas infelizes tenham que apanhar o barco. É essencial que os Estados-membros aumentem a ajuda ao desenvolvimento", defendeu Juncker, que quer também ver reforçada a solidariedade entre os Estados-membros ao nível de recolocação de refugiados.

Juncker lembrou que a Comissão vai apresentar, a 13 de maio, uma proposta de sistema de recolocação de refugiados e apontou que é necessário tratar "com toda a urgência das questões em torno da migração legal", pois os problemas existentes com a "porta" de entrada para a Europa é que levam muitos procurar entrar "pela janela".
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51