sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte protagoniza incidente em reunião da ONU sobre direitos humanos

Diplomatas norte-coreanos perturbaram hoje uma reunião na ONU, organizada pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul, em que estavam presentes desertores norte-coreanos, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

AP

Um dos diplomatas interrompeu a reunião para tentar ler uma declaração, mas a embaixadora norte-americana Samantha Power pediu que lhe cortassem o som do microfone.

Os três diplomatas norte-coreanos levantaram-se, então, e abandonaram-se a sala em sinal de protesto.

Numa declaração, a missão norte-coreana na ONU acusou os Estados Unidos de "levar a cabo uma campanha de difamação" contra Pyongyang e afirmou que os desertores "tinham traído e fugido da sua pátria".

A reunião era dedicada à situação dos direitos humanos na Coreia do Norte, na presença de vários cidadãos norte-coreanos que abandonaram o país.

Um deles, Richard Kim, explicou que quando tinha 12 anos viu o pai morrer de fome e que a mãe tinha sido enviada para um campo de trabalho. Ele acabou por ir para a China antes de chegar aos Estados Unidos, há oito anos.

Na reunião de hoje, apelou à ONU para "continuar a prestar atenção à situação do povo norte-coreano".



Lusa

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42