sicnot

Perfil

Mundo

Dez condenados a 25 anos de prisão por envolvimento no ataque a Malala

Um tribunal paquistanês condenou 10 homens a 25 anos de prisão por envolvimento no ataque de 2012 à jovem ativista Malala Yousafzai, conhecida por fazer campanha contra os esforços talibãs para negar educação a raparigas.

© Suzanne Plunkett / Reuters

Os talibãs paquistaneses reinvindicaram a responsabilidade do atentado que aconteceu quando Malala ia da escola para casa, em Swat, no noroeste da capital, Islamabad. A polícia acredita que o atirador escapou através da fronteira para o Afeganistão.

Estas foram as primeiras condenações do ataque.

Recorde-se que Malala ficou gravemente ferida e foi levada de helicóptero para a Grã-Bretanha, onde vive agora. Dois outros estudantes ficaram feridos.

Desde então, Malala tornou-se uma embaixadora global do direito à educação para todas as crianças. Ganhou, por isso, o Prémio Nobel da Paz em 2014.

Malala O militantes paquistaneses dos talibã reinvindicaram a responsabilidade do atentado que aconteceu quando Malala ia da escola para casa em Swat, no noroeste da capital, Islamabad. A polícia acredita que o atirador escapou através da fronteira para o Afeganistão.

Estas foram as primeiras condenações do ataque.

Recorde-se que Malala ficou gravemente ferida e foi levada de helicóptero para a Grã-Bretanha, onde vive agora. Dois outros estudantes ficaram feridos.

Desde então, Malala tornou-se uma embaixadora global do direito à educação para todas as crianças. Ganhou, por isso, o Prémio Nobel da Paz em 2014.

Malala Yousafzai não pode regressar à sua terra natal por causa de ameaças de morte dos talibã.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.