sicnot

Perfil

Mundo

Indignação em Katmandu durante a visita do primeiro-ministro nepalês

A visita do primeiro-ministro nepalês, Sushil Koirala, às zonas mais afetadas pelo sismo em Katmandu desencadeou várias manifestações de indignação e raiva por parte da população, que critica a resposta do Governo à tragédia.

© Adnan Abidi / Reuters

Os residentes de Basantapur, uma das áreas mais afetadas pelo sismo de magnitude 7,8 que atingiu o Nepal no sábado, manifestaram a sua ira contra Koirala enquanto este avaliava os danos junto do chefe do exército, Gaurav S.J.B. Rana, escreve hoje o jornal Kantipur.

Um grupo de sobreviventes rodeou o primeiro-ministro, pedindo-lhe apoio material e compensações de modo a poder refazer a sua vida, depois do sismo que matou cerca de 5.500 pessoas e deixou 11.000 feridas.

Koirala reconheceu na segunda-feira que as operações de busca e resgate não tinham sido eficientes, devido ao corte nas comunicações e à falta de preparação das equipas de emergência.

O Consórcio de Redução de Riscos no Nepal, uma entidade em que participam organismos das Nações Unidas, calcula que o sismo gerou cerca de 2,8 milhões de deslocados, num país com uma população de 28 milhões.

A mesma fonte indicou que em 39 dos 75 distritos do país, o sismo destruiu cerca de 70.000 casas e danificou outras 530.000.

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.