sicnot

Perfil

Mundo

Juncker espera esclarecimento alemão sobre acusões de espionagem por conta dos EUA

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou hoje em Bruxelas esperar que a Alemanha esclareça as suspeitas de os seus serviços secretos terem espiado, por conta dos EUA, funcionários europeus.

 Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia (Reuters/ Arquivo)

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia (Reuters/ Arquivo)

© Ints Kalnins / Reuters

"Não sei o que se passou, devem ser as autoridades alemãs a tratar do assunto e imagino que o farão", acrescentou Juncker, questionado por jornalistas sobre o caso.

Segundo a imprensa alemã, os serviços secretos do país terão ajudado a Agência de Segurança Nacional norte-americana (NSA, na sigla em inglês) a espiar altos funcionários em Paris e Bruxelas.

Segundo o diário Süddeutsche Zeitung (SZ), terão sido escutados altos funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Presidência da República franceses, bem como da Comissão Europeia.



Lusa
  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.