sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 100 detidos em protestos contra a polícia em Nova Iorque

galeria de fotos

As autoridades norte-americanas detiveram mais de 100 pessoas em Nova Iorque durante protestos, na quarta-feira à noite, contra a violência policial exercida na população afro-americana, foi hoje anunciado. 

© Andrew Kelly / Reuters

© Mike Segar / Reuters

© ERIC THAYER / Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

© Brian Snyder / Reuters

© Brian Snyder / Reuters

© Brian Snyder / Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

© Brian Snyder / Reuters

Milhares de pessoas concentraram-se na quarta-feira à noite em Nova Iorque num protesto contra a morte de Freddie Gray, devido a ferimentos graves após ter sido detido em Baltimore, no estado de Maryland. 

A polícia nova-iorquina acrescentou que as detenções se deviam a diferentes razões. 

"Temos mais de cem pessoas em detenção. As razões são variadas, mas na maioria dos casos é por conduta desordeira", disse um porta-voz da polícia de Nova Iorque. 

Os manifestantes concentraram-se na praça da União em Manhattan, em resposta a apelos nas redes sociais para a realização de uma manifestação de solidariedade com Baltimore, onde decorrem protestos diários desde a morte de Gray a 19 de abril. 

Os protestos também se realizaram em Boston e Washington, na quarta-feira. 

Na segunda-feira, a violência registada nas manifestações em Baltimore levou as autoridades a impor o recolher obrigatório entre as 22:00 e as 05:00 locais, que continua em vigor. 



Lusa
  • Milhares protestam contra Donald Trump no Dia do Presidente
    1:55

    Mundo

    Milhares de pessoas voltaram a protestar contra Donald Trump, nos Estados Unidos da América. As marchas em várias cidades aconteceram no feriado que assinala o Dia do Presidente. Os manifestantes exigiram a destituição do chefe de Estado.

  • O mistério da morte do meio irmão de Kim Jong-un
    2:32
  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Homens e mulheres nas tarefas domésticas
    2:09

    País

    Nas gerações mais novas, já há sinais de mudança na divisão e partilha de tarefas em casa. No entanto, entre os mais velhos, as tarefas de casa são quase sempre obrigação da mulher. A igualdade entre homens e mulheres é ainda miragem dentro de casa e em termos de salários.