sicnot

Perfil

Mundo

Prisão perpétua para o último cúmplice do atentado com gás sarin em Tóquio

Katsuya Takahashi, o último membro da seita Verdade Suprema a ser julgado pelos atentados com gás sarin no metro de Tóquio em 1995, foi hoje condenado a prisão perpétua pela sua participação nos ataques.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

O tribunal do distrito de Tóquio acedeu ao pedido de prisão perpétua apresentado pelo Ministério Público para Takahashi, de 57 anos, acusado de homicídio e outros crimes devido ao seu papel como condutor durante os atentados, que causaram 13 mortos e 6.000 feridos, dos quais dezenas ficaram em estado quase vegetativo.

Takahashi, que pode ainda recorrer da sentença, declarou-se inocente durante o julgamento e disse que desconhecia que tinha sido utilizado gás sarin no metro da capital nipónica.

Nos seus testemunhos, dois ex-membros da Verdade Suprema afirmaram que a palavra "sarin" foi utilizada com clareza durante as reuniões prévias ao ataque.

Takahashi, apanhado pela polícia em junho de 2012, foi o último membro da seita a ser capturado, após 17 anos em fuga, e foi também o último a ser julgado.

A 20 de março de 1995, Takahashi conduziu o carro em que fugiu Toru Toyoda, seguidor da seita que, em plena hora de ponta, perfurou duas embalagens de gás sarin numa carruagem da linha de Hibiya do metro.

De forma coordenada, outros quatro seguidores fizeram o mesmo noutros quatro comboios do metro, naquele que é considerado o pior ataque terrorista na história do Japão.

O líquido - inodoro e incolor - que derramou das embalagens alcançou quase imediatamente o estado gasoso e propagou-se pelas carruagens em poucos minutos, atacando o sistema nervoso de milhares de passageiros. 


  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.