sicnot

Perfil

Mundo

Combates na Síria contra Estado Islâmico causam pelo menos 47 mortos

Pelo menos 47 pessoas morreram desde quinta-feira em combates registados em Tel Tamr, na Síria, entre o grupo extremista Estado Islâmico (EI) e forças curdas e cristãs, revelou hoje o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

© Hosam Katan / Reuters

Do total de mortes, 35 eram elementos do EI, que lançou um ataque para tentar controlar várias localidades da zona de Tel Tamr, na região de Al Hasaka. Entre os combatentes curdos sírios registaram-se doze mortos.

No final de fevereiro, o EI iniciou uma ofensiva em Al Hasaka, mas encontrou resistência por parte de milícias curdas e cristãs em combates travados na região.

Citado pela agência espanhola Efe, um comandante do grupo armado cristão, Kino Gabriel, contou hoje que alguns elementos do grupo extremista executaram atentados suicidas numa povoação para cortar a ligação entre as duas margens do rio Jabur.

As mílicias curdas conseguiram recuperar o domínio de algumas zonas próximas da via que liga Al Hasaka e Tel Tamr, referiu a mesma fonte.

A Síria confronta-se com uma guerra civil desde março de 2011 que já terá provocado mais de 220.000 mortos, com diversos grupos 'jihadistas' a controlarem vastos territórios. 

Lusa
  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Johnny Depp sugere assassínio de Trump
    0:31