sicnot

Perfil

Mundo

Viagens espaciais longas podem causar danos irreversíveis no cérebro dos astronautas

Os astronautas que façam longas viagens espaciais estão sujeitos a radiações que podem causar danos irreversíveis no sistema nervoso central, segundo um estudo publicado hoje na revista norte-americana Science Advances.

© Denis Balibouse / Reuters

"Esta não é uma boa notícia para os astronautas que queiram fazer uma viagem de dois ou três anos, de ida e volta a Marte. As radiações cósmicas podem alterar as capacidades cognitivas dos astronautas durante o resto  da vida", afirmou o investigador Charles Limoli, da Universidade da Califórnia, que dirigiu o estudo científico.

Quando a NASA se prepara para fazer a primeira missão tripulada a Marte, os investigadores alertam que, durante voos espaciais de longa duração, o cérebro dos astronautas é atingido por "partículas destrutivas" provenientes dos raios cósmicos.

A equipa de investigação submeteu ratos geneticamente modificados a radiações de partículas de elevada carga energética e verificou que essas radiações provocaram uma inflamação no cérebro dos animais, que interferiu na transmissão de sinais no sistema nervoso.

Os resultados dos testes mostraram que os ratos expostos a radiação ficaram menos ativos, menos curiosos e manifestavam-se mais confusos.

De acordo com o investigador, nos astronautas os efeitos poderão ser perda de memória, de consciência e de atenção durante uma missão de longa duração.

Os astronautas que passam longas temporadas na Estação Espacial Internacional não correm aquele risco porque estão protegidos pela magnetosfera da Terra.

Lusa
  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Número de vítimas mortais dos incêndios sobe para 45

    País

    Uma pessoa que estava internada no Hospital da Prelada, Porto, na sequência dos incêndios do dia 15 nas regiões Centro e Norte, morreu hoje, anunciou a unidade hospitalar, subindo assim para 45 o número de vítimas mortais daqueles fogos.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Achado inédito encontrado na nau de Vasco da Gama naufragada em Omã

    Mundo

    Uma equipa de investigadores afirma ter encontrado, ao largo da costa de Omã, o mais antigo instrumento de navegação alguma vez descoberto. O achado arqueológico é um astrolábio e terá sido localizado no meio do que resta da nau Esmeralda, da frota de Vasco da Gama, naufragada no Oceano Índico em 1503.

    SIC

  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.