sicnot

Perfil

Mundo

É uma princesa

A mulher do príncipe William, Kate Middleton, foi hoje mãe de uma menina, que será a quarta na linha do trono britânico, anunciou o Palácio de Kensington num comunicado.  

© Cathal McNaughton / Reuters

No mesmo comunicado, o Palácio afirma que o nascimento ocorreu "sem complicações" às 07:34 TMG (08:34 em Lisboa) no Hospital St Mary em Londres na presença do príncipe William e que tanto a mãe como a filha "estão bem". 

A recém-nascida pesa 3,7 quilogramas e já tem um irmão, o primeiro filho do príncipe William e Kate, George Alexander Louis, que nasceu a 22 de julho de 2013 também no Hospital St Mary em Londres.

A informação do nascimento da princesa foi comunicada a uma centena de jornalistas e incondicionais da monarquia concentrados à frente da maternidade.        

O nascimento provocou uma explosão de alegria à frente do hospital St Mary em Londres, onde incondicionais da monarquia gritaram "It's a girl!" ("é uma menina!"). 

 A rainha Isabel II, bisavó pela quinta vez, foi avisada do nascimento no seu castelo de Windsor e está "feliz", refere o comunicado oficial.       

O nascimento da princesa é motivo de celebração na Commonwealth porque a bebé vai beneficiar de uma mudança histórica na Lei Sálica, já que vai ser a primeira a não poder ser ultrapassada na linha de sucessão ao trono por qualquer futuro irmão mais novo. 

O novo bebé real é o quarto na linha do trono britânico, atrás do filho mais velho da rainha Isabel II, príncipe Carlos, do filho mais velho do príncipe Carlos, príncipe William, e do seu irmão mais velho, príncipe George. 



Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.