sicnot

Perfil

Mundo

Forças israelitas dispersaram manifestação de jornalistas palestinianos

Forças do exército israelita dispersaram hoje em Belém, na Cisjordânia, uma manifestação de jornalistas palestinianos, convocada no âmbito do Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, que se comemora no domingo, noticiou hoje a agência espanhola Efe. 

© Mohamad Torokman / Reuters

"O exército israelita lançou gases lacrimogéneos e balas de borracha contra os jornalistas que se manifestavam no ponto militar 300, a norte de Belém", disseram à Efe fontes palestinianas, que acrescentaram que o líder do grupo de jornalistas, Abdel Naser Elnajar, e outro membro do grupo ficaram com ferimentos ligeiros nas pernas.

Um número indeterminado de manifestantes também sofreu as consequências do gás lacrimogéneo lançado pelas forças israelitas, acrescentaram.

A manifestação foi convocada para o local que liga Belém a Jerusalém, em protesto contra as restrições impostas pelos israelitas aos jornalistas palestinianos, nomeadamente a proibição de se moverem livremente nas cidades palestinianas.

Por ocasião do Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, o Clube de Prisioneiros da Autoridade Nacional Palestiniana (ANP) informou que Israel tem detidos 16 jornalistas palestinianos, a maioria devido aos seus trabalhos jornalísticos.

Em comunicado, a associação que agrega os jornalistas palestinianos pede à comunidade internacional e às instituições no sentido de atuarem para que sejam retiradas as restrições à liberdade de imprensa na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental, assim como para que Israel liberte os jornalistas detidos.

Lusa
  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.