sicnot

Perfil

Mundo

Forças israelitas dispersaram manifestação de jornalistas palestinianos

Forças do exército israelita dispersaram hoje em Belém, na Cisjordânia, uma manifestação de jornalistas palestinianos, convocada no âmbito do Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, que se comemora no domingo, noticiou hoje a agência espanhola Efe. 

© Mohamad Torokman / Reuters

"O exército israelita lançou gases lacrimogéneos e balas de borracha contra os jornalistas que se manifestavam no ponto militar 300, a norte de Belém", disseram à Efe fontes palestinianas, que acrescentaram que o líder do grupo de jornalistas, Abdel Naser Elnajar, e outro membro do grupo ficaram com ferimentos ligeiros nas pernas.

Um número indeterminado de manifestantes também sofreu as consequências do gás lacrimogéneo lançado pelas forças israelitas, acrescentaram.

A manifestação foi convocada para o local que liga Belém a Jerusalém, em protesto contra as restrições impostas pelos israelitas aos jornalistas palestinianos, nomeadamente a proibição de se moverem livremente nas cidades palestinianas.

Por ocasião do Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, o Clube de Prisioneiros da Autoridade Nacional Palestiniana (ANP) informou que Israel tem detidos 16 jornalistas palestinianos, a maioria devido aos seus trabalhos jornalísticos.

Em comunicado, a associação que agrega os jornalistas palestinianos pede à comunidade internacional e às instituições no sentido de atuarem para que sejam retiradas as restrições à liberdade de imprensa na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental, assim como para que Israel liberte os jornalistas detidos.

Lusa
  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.