sicnot

Perfil

Mundo

Aplicação para telemóvel permite registar dados sobre lixo recolhido na praia

Uma aplicação para telemóvel, destinada aos grupos que recolhem resíduos nas praias, permite o registo de informações sobre o material encontrado, de modo a conhecer melhor a situação do lixo marinho em vários países europeus, como Portugal.

Bebeto Matthews

O 'Marine LitterWatch' é um projeto desenvolvido pela Agência Europeia do Ambiente (EEA na sigla em inglês) utilizando uma aplicação para telemóvel e o principal objetivo é a adoção de "uma metodologia uniforme para a quantificação de lixo marinho nas praias europeias", explicou hoje à agência Lusa Isabel Palma Raposo, da Associação Portuguesa de Lixo Marinho (APLM).

Esta organização, ligada à Faculdade de Ciência e Tecnologia (FCT) da Universidade Nova de Lisboa, é a parceira portuguesa para o 'Marine LitterWatch' e está a promover a utilização deste instrumento entre as Organizações Não Governamentais (ONG) e os grupos de cidadãos que vão realizando ações de limpeza de praias e da costa.

A informação recolhida, e tratada de forma semelhante, vai facilitar o conhecimento do que se passa nas praias europeias em termos de poluição da costa, quantidades encontradas e materiais mais frequentes, como plástico, garrafas, beatas de cigarros ou cotonetes, comparar a situação entre pontos diferentes de um país e entre países, além de permitir analisar a evolução, nos próximos anos.

"Qualquer pessoa pode utilizar a aplicação", salientou a investigadora da FCT Isabel Palma Raposo, avançando o exemplo de uma ONG que planeou uma limpeza de praia, e pode fazer uma recolha de dados, com o registo da ação, caracterização e localização da praia e data.

A ferramenta gera um código que vai ser fornecido aos participantes da ação e o próprio instrumento apresenta uma lista de tipos mais comuns de lixo nas praias.

À medida que vão encontrando os resíduos, "os participantes podem ir registando de forma simples os itens que apanharam", especificando qual o tipo de material, explicou a investigadora.

A aplicação também pode ser utilizada pelos técnicos de organizações internacionais, como a comissão para a proteção do ambiente marinho no Atlântico Noroeste (OSPAR), com a sua metodologia para a monitorização. 

A grande vantagem realçada por Isabel Lima Raposo é que todos os dados são recolhidos com uma mesma metodologia e ficam centralizados. 

"Ao classificar sempre da mesma maneira o lixo que é apanhado, conseguimos comparar resultados no futuro, o que por vezes não é fácil porque existem muitas metodologias diferentes de classificar o lixo", o que dificulta a comparação de resultados ou a elaboração de tendências, disse.

A aplicação, baseada nas recomendações da OSPAR e tendo em conta os requisitos da diretiva comunitária da estratégia marinha, está só disponível em inglês e a APLM gostaria que fosse traduzida para português porque "é mais fácil para as pessoas se estiver na língua nativa".  

O projeto Poizon "Microplásticos e poluentes persistentes: uma dupla ameaça à vida no mar", que analisou o lixo marinho encontrado em 11 praias portuguesas durante dois anos, concluiu que o plástico, principalmente de muito pequenas dimensões, representa 97% de todo o material encontrado.    

Lusa
  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.