sicnot

Perfil

Mundo

Guarda costeira italiana resgata 3.690 migrantes no Mediterrâneo

A guarda costeira italiana anunciou hoje de manhã ter coordenado, no sábado, o resgate de 3.690 migrantes no Mediterrâneo, ao mesmo tempo que tinham em curso novas operações a decorrer durante a manhã.

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

Apesar de não constituir um número recorde, este registo é um dos mais elevados nos últimos anos para um só dia. 

De acordo com os dados da polícia costeira italiana, citados pela agência de notícias France-Presse (AFP), os dias mais agitados foram a 12 de abril, quando resgataram 3.791 pessoas, e a 13 de abril, quando salvaram 2.850.

Para além do resgate efetuado hoje, a guarda costeira italiana tem outras operações em curso na manhã de hoje, não tendo, no entanto, dado pormenores mais precisos.

Segundo a AFP, cerca de 210 migrantes foram salvos no sábado pelo navio de patrulha francês 'Comandante Birot', enviado na semana passada para reforçar o dispositivo europeu no mar Mediterrâneo, na sequência de uma série de naufrágios, em abril, que provocaram a morte a milhares de pessoas.

Os migrantes resgatados foram encaminhados para o porto de Crotone, na Calábria (sul de Itália), onde os foram socorridos e os dois presumíveis contrabandistas entregues às autoridades.

Para além do navio patrulha francês, as operações de sábado mobilizaram vários meios italianos, entre quatro navios da guarda costeira, dois navios da marinha, dois cargueiros, dois navios da polícia aduaneira e dois rebocadores.

A marinha italiana anunciou igualmente que a sua fragata 'Bersagliere' socorreu 778 migrantes e que o seu barco de patrulha outros 675.

Alguns dos migrantes socorridos no sábado chagaram durante a noite à ilha italiana de Lampedusa, a mais próxima da costa africana, enquanto a maior parte era esperada durante o dia de hoje, depois do meio-dia ou à noite, na Sicília ou no sul de Itália.

Todos os dias, várias centenas de imigrantes, sobretudo africanos mas também muitos sírios, chegam à costa italiana depois de terem sido socorridos pela marinha ou pela guarda costeira italianas. 

Lusa
  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas comemorações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.