sicnot

Perfil

Mundo

Líder norte-coreano visitou novo centro de controlo de satélites

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, visitou as instalações de um recente centro de controlo de satélites e declarou que o país continuará a desenvolver tecnologia espacial apesar das sanções internacionais, revelou a agência norte-coreana KCNA.

© KCNA KCNA / Reuters

A agência oficial não especificou, contudo, quando Kim Jong-un visitou o centro.

"O desenvolvimento espacial pacífico é uma opção assumida pelo nosso partido e pela nossa gente e um direito legítimo da 'Shongun' (política norte-coreana que consiste em dar prioridade ao fortalecimento do setor militar)", disse Kim Jong-un durante a visita ao complexo e de acordo com a KCNA.

O líder norte-coreano disse também que o seu país não vai mudar o seu "estatuto de produtor-lançador de satélites, apesar das forças hostis o negarem" e reafirmou também o objetivo do país asiático em continuar o desenvolvimento espacial "sem ligar a quem se opõe".

A Coreia do Norte está sob sanções das Nações Unidas pelos seus lançamentos de foguetes considerados como mísseis balísticos pela comunidade internacional.

As resoluções da ONU proíbem o país de realizar ensaios nucleares, apesar da Coreia do Norte já ter desrespeitado a decisão várias vezes.

Durante a inspeção ao novo complexo, o líder norte-coreano elogiou o seu pai e antigo líder, Kim Jong-il, que, disse, "marcou o início da nova história de desenvolvimento espacial e provocou o maior lançamento de satélites nos mais de 5.000 anos de história da nação coreana".

Lusa
  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),