sicnot

Perfil

Mundo

Tunísia rejeita qualquer ameaça de atentado contra israelitas em festa judaica

O ministério do Interior da Tunísia rejeitou no sábado a existência de qualquer ameaça de atentado contra alvos judaicos ou israelitas no país, depois de o Governo de Israel ter desaconselhado viagens para aquele destino.

© POOL New / Reuters

"Não há nenhuma ameaça" de atentado, afirmou um funcionário daquele ministério à Agência France Press (AFP), sob anonimato.

A declaração surge em resposta ao Governo de Israel que afirmou, no sábado, suspeitar de "ameaças concretas" de ataques terroristas contra alvos judaicos ou israelitas na Tunísia, por ocasião de uma festa judaica que se comemora na quinta-feira.

"A informação indica que há planos para ataques terroristas contra israelitas ou judeus na Tunísia", referiu um comunicado do gabinete do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

As alegadas ameaças estão ligadas à festa judaica Lag BaOmer, que será celebrada a 7 de maio, adiantou o comunicado do Governo israelita, instando os judeus a não visitarem a Tunísia durante a festa.

Lusa
  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14