sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 40 mil angolanos afetados pela seca a sul procuram alimentos na Namíbia

Mais de 40 mil angolanos estão a necessitar de ajuda alimentar e de água, no município do Curoca, província do Cunene, devido à seca, sendo para muitos a alternativa o recurso à vizinha República da Namíbia. 

Arquivo

Arquivo

© Lunae Parracho / Reuters

O problema, que afeta 41.750 pessoas, foi confirmado pelo administrador municipal do Curoca, Francisco Ngoloimue, que considerou "crítica" a situação, que se regista há quatro anos consecutivos naquela região. 

O responsável sublinhou que a falta de água afeta, além das pessoas, o gado, estando neste momento o abastecimento de água a ser feito nas áreas de fácil acesso, através de cisternas e nas de difícil acessibilidade por meio de furos subterrâneos. 

Francisco Ngoloimue, citado hoje pela agência noticiosa angolana, Angop, frisou ainda que devido a situação um grande número de afetados está a procurar na Namíbia bens alimentares e escolas para as crianças.

Segundo o administrador, existem na região 48 furos de água, mas apenas 38 estão em funcionamento devido a falta de peças de reposição.

Acrescentou que muitas famílias têm sobrevivido estes anos de apoio governamental, de igrejas e de organizações não-governamentais, com a distribuição de bens alimentares às comunidades.

 

Lusa
  • Filhos do ex-embaixador do Iraque acusados um ano e meio depois,
    2:51

    País

    O Ministério Público deduziu acusação contra Haider e Ridha, os filhos do antigo embaixador iraquiano em Portugal por tentativa de homicídio. Mas há dúvidas de que o julgamento se realize, uma vez que os agressores já não estão Portugal. Tudo aconteceu em agosto de 2016 em Ponte de Sor.

  • Investigação à tragédia de Pedrógão concluída
    1:10
  • Suspeito de esfaquear companheira aguarda julgamento em prisão preventiva
    1:13

    País

    O homem suspeito de ter esfaqueado a companheira num posto de combustível, em Bragança, fica a aguardar julgamento em prisão preventiva. A vítima sofreu 48 golpes por todo o corpo à frente de uma filha menor. A mulher, de 33 anos, foi levada às urgências em estado grave, mas está livre de perigo.

  • Alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Adolescentes salvos por drone na Austrália
    1:23