sicnot

Perfil

Mundo

Três mulheres nepalesas resgatadas com vida oito dias após o sismo

Três mulheres foram resgatadas com vida depois de terem permanecido oito dias debaixo dos escombros das respetivas casas em Sindhupalchok, o distrito mais afetado pelo sismo que recentemente abalou o Nepal e que provocou pelo menos 7.365 mortos.  

reuters

As mulheres foram resgatadas no domingo por uma equipa da polícia nepalesa, divulgou hoje o diário local The Rising Nepal.

De acordo com os serviços de resgate, as três mulheres, que se esconderam debaixo das respetivas camas, estavam em choque e apresentavam sérias dificuldades em falar, tendo sido transportadas para o hospital mais próximo. 

Um dia antes do resgate destas três mulheres, um homem de 101 anos foi igualmente retirado com vida dos escombros da sua casa no distrito de Nuwakot, a norte de Katmandu.

Estes resgates acontecem numa altura em que existem poucas esperanças de encontrar pessoas com vida debaixo dos escombros dos edifícios destruídos pelo forte abalo, de magnitude 7,8 na escala de Richter, que atingiu no passado dia 25 de abril o território nepalês.

Na sexta-feira, um porta-voz do Ministério do Interior nepalês, Laxmi Prasad Dhakal, afirmou, em declarações à agência espanhola EFE, que existiam "poucas hipóteses de encontrar alguém com vida" debaixo dos escombros, frisando, no entanto, que isso não ia impedir as equipas de resgate de prosseguirem com os trabalhos de busca.

Segundo as autoridades nepalesas, o sismo destruiu cerca de 200 mil casas e deixou danificadas outras 186 mil habitações. Para fazer face aos trabalhos de reconstrução e de reabilitação, o Governo nepalês pediu uma ajuda internacional na ordem dos dois milhões de dólares.

O balanço mais recente das autoridades dava conta ainda que o terramoto fez também 14.366 feridos.
  • 2,1%. As reações ao défice de 2016

    Economia

    O défice orçamental ficou mesmo nos 2,1% do PIB. Os partidos já reagiram àquele que é o valor mais baixo em democracia.

  • Comboios Alfa vão ter bancos com tomadas elétricas e wi-fi
    2:06
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Nus e acorrentados em frente a Auschwitz

    Mundo

    Catorze pessoas com idades entre os 20 e os 27 anos despiram-se e acorrentaram-se em frente ao portão de Auschwitz, antigo campo de concetração nazi na Polónia, depois de terem degolado um carneiro. Ninguém sabe ainda porquê.

  • A coleção de gerigonças de Ana Catarina Mendes
    1:51
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33
  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07