sicnot

Perfil

Mundo

Um dos envolvidos no tiroteio no Texas foi investigado por terrorismo

 A polícia federal dos Estados Unidos (FBI) indicou que um dos suspeitos que planeava atacar um concurso de caricaturas de Maomé em Garland (Texas) é um indivíduo que foi investigado por terrorismo, informou hoje o canal ABC News. 

© Nancy Wiechec / Reuters

Segundo a estação norte-americana, que citou um responsável do FBI que falou sob anonimato, o suspeito foi identificado como Elton Simpson, um indivíduo residente no estado do Arizona (sudoeste dos Estados Unidos) que esteve envolvido há cinco anos numa investigação por alegadas ligações terroristas. 

Na altura, Elton Simpson foi condenado por ter mentido aos agentes do FBI sobre os seus planos de viagem para o continente africano. Posteriormente, um juiz decidiu que as autoridades não tinham conseguido confirmar as intenções de Elton Simpson de integrar um grupo terrorista. 

Simpson e um outro homem foram abatidos no domingo pela polícia de Garland, nos subúrbios de Dallas, quando se aproximaram de carro do Curtis Culwell Center, local onde estava a decorrer um concurso de caricaturas do profeta Maomé.

Os dois homens saíram do veículo e abriram fogo, ferindo um agente das forças de segurança que estava no local. 

Após um tiroteio que demorou alguns segundos, os dois suspeitos acabaram por ser abatidos por dois agentes da polícia.

Ainda no domingo, o FBI deslocou-se ao apartamento de Elton Simpson, situado numa zona residencial a norte da cidade de Phoenix. 

Um canal de televisão local avançou entretanto que os dois homens partilhavam a mesma casa.

Segundo o centro norte-americano de vigilância de 'sites' islamitas (SITE), um homem que afirmou pertencer ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) escreveu no domingo na rede social Twitter que o ataque tinha sido perpetrado por dois simpatizantes do movimento.

Num conjunto de mensagens ('tweets') datados de 03 de maio, o homem identificado como Abu Hussain Al Britani -- segundo o centro norte-americano o nome do 'jihadista' britânico Junaid Hussain -, afirmou que "dois irmãos tinham aberto fogo contra uma exposição artística sobre o profeta Maomé no Texas", cujos participantes "pensavam que no Texas estavam a salvo dos soldados do EI".



Lusa

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.