sicnot

Perfil

Mundo

Ameaça de tsunami após sismo de 7,4 em Papua Nova Guiné

 Um alerta de tsunami foi lançado hoje no Pacífico após um sismo de magnitude 7,4 na escala de Richter ter sacudido hoje o leste da Papua Nova Guiné, sem que haja registo de vítimas ou danos materiais.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Beawiharta Beawiharta / Reuters

O abalo, cujo epicentro foi localizado a uma profundidade de 63 quilómetros, ocorreu a 133 quilómetros a sul de Kokopo e a 680 a nordeste da capital Port Moresby, indicou o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que monitoriza a atividade sísmica mundial.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico advertiu para o risco de "perigosas ondas num raio de 300 quilómetros em redor do epicentro do terramoto".

Uma réplica de magnitude 5,9 foi registada após o forte abalo, a cerca de uma centena de quilómetros de Kokopo, cidade de 20 mil habitantes.

Num segundo comunicado, o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico alertou para a possibilidade de ocorrência de ondas de entre 30 centímetros e um metro em algumas zonas da costa.

"Há possibilidade de tsunami na zona", confirmou Jonathan Bathgate do Instituto australiano de sismologia Geoscience, à agência AFP.

As autoridades não reportaram danos imediatos. "Não esperamos um impacto particularmente catastrófico", indicou o geofísico Barry Hirshorn ao canal Skynews.

A região tem estado especialmente ativa nos últimos meses. No final de março, foi sacudida por um terramoto de magnitude 7,7 na escala de Richter que causou pequenas ondas.

A ilha da Nova Guiné, cuja metade ocidental pertence à Indonésia, assenta sobre o chamado "Anel de Fogo do Pacífico", uma zona de elevada atividade sísmica e vulcânica, atingida anualmente por aproximadamente 7.000 sismos, a maioria moderados.

Um tremor de terra de magnitude 7 no Mar de Bismarck, a leste da Papua Nova Guiné, provocou, em 1998, uma onda gigante que devastou dezenas de aldeias, causando mais de 2.200 mortos naquela que figurou como a maior tragédia na história do país.


Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC